FANFIC - INTERLÚDIO - CAPÍTULO 5 - BY JULIANA DANTAS

Como estão curtindo o feriadão? Ainda bem não se esqueceram de passar aqui para ler mais um capítulo dessa fic tão deliciosa... Então aproveitem...
Interlúdio - by Ju
Título: Interlúdio
Autora(o): Juliana e Lilica
Shipper: Bella e Edward
Gênero: universo alternativo, personagens humanos (nada de vampiro), romance, drama.
Censura: NC-17
Interlúdio
By Juliana Dantas
Capítulo 5

Bella ficou olhando a porta fechada ainda por um tempo depois que ele saiu, tentando organizar seus pensamentos.
Que diabos tinha dado nela? Estava mesmo tentando seduzir Edward? Ela? Bella Swan?
Passou a mãos pelos cabelos, frustrada consigo mesmo ao relembrar o que tinha feito. Provavelmente se Edward não tivesse sido chamado no hospital estaria na cama com ele numa hora desta. Bella fechou os olhos com força. Não. De maneira alguma isto podia acontecer.
Ela não poderia jamais se envolver com alguém como Edward. Na verdade ela não poderia se envolver com ninguém.
Sua vida estava uma bagunça e ela não fazia idéia se um dia tudo iria mudar.
Por enquanto ela era apenas uma fugitiva. E não poderia contar com ninguém a não ser ela mesma.
Edward era apenas passageiro.
Sentou no sofá, se encolhendo.
Talvez se dissesse isto muitas vezes para si mesma, conseguisse se convencer.

**

E foi assim que Edward a encontrou quando voltou pra casa de manhãzinha. Ainda usava o vestido preto, mas parecia tão indefesa deitada no sofá naquela maneira. Com uma sensação de que estava caindo numa armadilha, a pegou no colo. Ela fez menção de acordar, mas suspirou e se aconchegou em seu peito e continuou dormindo. Edward então a levou para o quarto e a deitou na cama.
Tirou seus sapatos e deitou ao lado dela também.
Quando Bella acordou na manhã seguinte, estava sozinha.
Mas soube de imediato que Edward tinha estado ali.
Levantou, colocando um jeans e camiseta.
E encontrou Edward na sala.
Ele estava distraído, falando ao telefone.
-Alice, não adianta insistir. Não. Eu não irei. Esme vai entender... Não, nem pense em contar a ela sobre isto. Alice prometa? - ele passou a mão pelos cabelos, frustrado e então a viu. – Ok, eu te ligo.
Ele desligou e a encarou muito sério.
-Está tudo bem?
-Sim.
-Posso ver seu ferimento?
Ok, agora ele ia tratá-la apenas como uma paciente? Bella se perguntando enquanto se aproximava e levantava a blusa. O ferimento estava cicatrizando bem.
-Está ficando bom...
Ele tirou a mão dela rapidamente. E Bella disse a si mesma que era melhor assim, mesmo sentindo uma certa frustração com isto.
Respirou fundo.
-Eu preciso ir embora...
-Ainda não pode.
-Mas disse que esta ficando bom...
Edward a encarou. Sim, ele sabia que o melhor era mesmo ela ir embora.
Sua presença ali já estava ficando perigosa demais.
Então porque sentia aquele receio estranho de não querer que ela fosse?
Droga, ele nem a conhecia. Nem sabia que diabos ela tinha feito para estar fugindo da polícia.
-Bella, o que foi que você fez?
Ela se retraiu como se tivesse levado um tapa.
-Disse que não ia perguntar isto... – falou num fio de voz.
Edward nunca se sentira tão frustrado.
-Se você me dissesse, talvez...
-Talvez o que? Talvez nada Edward! Eu já fiquei aqui tempo demais. Preciso ir embora.
-Espere mais uns dias... – pediu. E nem sabia por que. - Espere cicatrizar de vez. Se seu ferimento abrir... Terá que procurar um médico e acho que você não ia querer isto.
Bella mordeu os lábios; Sim, ele tinha razão.
Apenas mais uns dias, disse a si mesma.
E depois partiria pra sempre.
-Tudo bem. Alguns dias apenas.
Ele sorriu de lado e Bella lutou contra a vontade de sorrir junto.
-Preciso ir trabalhar. Ficará bem?
-Sim. Não se preocupe...
Ele se afastou e Bella soltou um palavrão.
Era mesmo uma idiota.
***
Edward estava em seu escritório, pensando em Bella.
O que iria fazer com ela? Porque sentia aquela necessidade fremente de saber tudo sobre sua vida?
Mas ela não iria contar. Em vez disto, ela iria embora.
Em poucos dias, ela sumiria de sua vida. E seria como se nunca tivesse existido.
Estava distraído quando percebeu a porta de sua sala ser aberta abruptamente!
E Tânia entrou intempestivamente como um furacão.
- Chega de conversa! Quem é ela?
- Quem é quem Tânia? Sobre o que você está falando?
- Estou falando sobre a “fulana” que está te afastando de mim.
- Ninguém está me afastando de você. Nós não estamos juntos esqueceu? – Edward disse irritado. Não gostava de se sentir pressionado.
- Lógico que estamos Edward. Nossa história não acabou. – Tânia disse soltando faíscas pelos olhos. Edward percebeu um certo ar de loucura nela e decidiu ser mais complacente.
- Tânia! Se Acalme! Não há razão para você ficar assim. Independente de a nossa história ter terminado, não existe mulher nenhuma. Estou sozinho. Não que isso seja da sua conta.
- Está sozinho? Então você agora resolveu mudar de lado? É algum fetiche se vestir de mulher? – Tânia estava aos gritos e começou a bater em Edward.
- Do que você está falando? – Edward segurou-a com força, impedindo-a de agredi-lo.

Ela conseguiu se libertar e pegou algo na bolsa, algo que tacou em cima dele.
- Mas essa historia vai acabar! Me aguarde. – Tânia saiu da sala mais furiosa do que entrou e deixou um abobado Edward com a calcinha branca de Bella na mão.
Edward soltou um palavrão.
Tânia descobrira sobre Bella. E Tânia definitivamente era louca o bastante para ir fundo naquela história e não sossegaria até saber exatamente quem era Bella e o que estava fazendo na sua casa.
E Tânia poderia entregar Bella à polícia.
Preocupado, ele pegou a chave do carro e saiu apressado. Mas seu pai adotivo o abordou no corredor.
-Hei, Edward, podemos conversar?
-Carlisle, agora não dá...
-O que está acontecendo Edward? Alice me disse que esta saindo com uma moça...
Edward soltou uma imprecação.
-Alice é muito linguaruda!
-Então está mesmo saindo com alguém?
-Não que isto seja da conta de vocês, mas não. Não estou saindo com ninguém.
-Edward, alguma coisa está acontecendo com você. Eu sinto isto. Se quiser me contar...
-Não, eu não quero. – falou rispidamente e depois se arrependeu – Me desculpe... – passou a mão pelos cabelos frustrado - Sim, acho que estou numa enrascada. Mas não se preocupe, não é nada grave. Edward olhou para o rosto preocupado de Carlisle imaginando o que ele diria se soubesse que seu filho estava acobertando uma fugitiva da policia em sua própria casa.
Não. Melhor manter a família longe disto.
-Edward, por favor, o que está acontecendo. Tem a ver com uma mulher não é? Alice me disse que pediu para ela comprar roupas femininas...
-Sim, tem a ver com uma mulher, mas está tudo sobre controle.
-Então porque está dizendo que esta com problemas? E uma mulher casada, ou algo assim?
Edward riu.
-Não, ela não é casada. - bem, não que ele soubesse, pensou, sentindo um estranho ciúme.
Bella parecia muito jovem para ser casada, mas podia ter sim um namorado.
E ele não gostou nada daquele pensamento.
-Então qual o problema?
-Olha pai, desculpa. Mas não posso falar agora.
-E a Tânia? O problema seria ela então? Sei que encorajei que saísse com ela, afinal é amiga da família, mas também sei que não deu certo. Mas parece que ela está meio obcecada com você...
-Sim, este é parte do problema sim... – Edward resolveu dizer meias verdades – Tânia esta tornando minha vida bem difícil. Olha, eu preciso me afastar do hospital por uns dias. Vou tirar uma licença para viajar...
-Viajar? Vai viajar com a tal moça misteriosa?
-Sim, eu vou. Mas, Carlisle, preciso que não conte isto a ninguém, por favor...
-Tudo bem.
-E faça Alice se calar também...
-Darei um jeito nela.
-Será que pode me emprestar as chaves da sua casa de praia?
-Claro que sim. Embora esteja meio frio ainda pra ir para a praia...
-Não tem problema.
Bella estava inquieta. Já estava ficando entediada de ficar trancada ali. Ficou perambulando pela casa, caçando o que fazer. Arrumou a cozinha, deu uma ajeitada na sala e depois foi pro quarto. Arrumou a cama, dobrou as roupas dele, separou as que precisavam ser lavadas. De repente começou a rir. Estava agindo como se morasse ali.
Como se morasse ali com Edward. De repente se pegou pensando como seria se tudo fosse diferente. Se tivessem se conhecido em circunstâncias diferentes.
Se ela realmente pudesse ficar ali com ele.
Sentiu um aperto no peito. Não, era ridículo pensar naquelas coisas.
Irritada, ela abriu o armário de Edward, para guardar algumas roupas, e encontrou umas caixas com o logotipo uma famosa loja de lingerie. Curiosa, abriu as caixas. E qual não foi sua surpresa em ver peças altamente sexys. Mas seriam de quem? Pra quem ele havia comprado aquelas lingeries? Seria para a loira da outra noite? Então encontrou as notas e viu que a data era a mesma do dia em que ele tinha comprado roupas para ela. Ah! Então ele não era tão desatento assim! Mesmo se não achasse as notas, teria certeza que era pra ela, pois eram do seu tamanho exato. E era obvio que a loira era maior que ela.
Ficou um pouco escandalizada com a ousadia das peças.
Jamais na sua vida tinha usado uma coisa daquelas! Nem tão ousadas e nem tão finas.
Bom, e não iria usar. Irritada, ela jogou tudo dentro do armário de novo.
Mas quanto tomou banho à tarde, percebeu que não tinha alternativa a não ser usar uma daquelas peças escandalosas, já que sua calcinha tinha mesmo desaparecido.
Colocou um conjunto preto, o mais “recatado” que achou, o que não era de maneira alguma decente pra falar a verdade e colocou uma roupa por cima.

Quando Edward chegou Bella lutou contra aquela onda de satisfação ao vê-lo.

-Arrume suas coisas. Vou levar você para outro lugar.
-O que?
-Tânia de alguma maneira, desconfia da sua presença aqui.
-Tânia? A sua namorada?
-Ela não é minha namorada...
-Mas eu pensei...
-Você pensa demais Bella. Apenas arrume suas coisas.
-Não vou a lugar nenhum com você. Se ela esta desconfiada, então é melhor eu ir embora...
-Não vai a lugar algum, a não ser aonde eu vou te levar... – Edward falou enfático.
-Edward... Não quero que se envolva nisto.
-Tarde demais Bella. Pediu que eu te ajudasse e eu vou até o fim...

Continua...

Tá melhorando... Os dois sozinhos numa casa de praia... O que poderá acontecer? Aguardem o próximo capítulo amanhã... Beijos e não se esqueçam de comentar...

6 comments :

  1. viciei já
    aushuahusuahushuauhs
    muuito boa

    ReplyDelete
  2. Com certeza vou querer acompanhar o cap. de amanhã!!!

    ReplyDelete
  3. ai to amando de paixão!!!! mal posso esperar pelo proximo cap!!!!! robbeijos e kikisses!

    ReplyDelete
  4. Oi flor ja estou louca por essa fic viciei!!! mt mt mt calor!!!!! espero o proximo amanha tem né fala q tem por favor!!! beijusculos!!!!!!!!!!!!!!!!!_! *_* :) ;)

    ReplyDelete
  5. OMG to amando isso mt bem escritoo gataa *-*

    ReplyDelete
  6. To apaixonada!!
    OMG a casa na praia aí vai rolar alguma coisa!!

    ReplyDelete