FANFIC - INTERLÚDIO - CAPÍTULO 23 - BY JULIANA DANTAS

Boa tarde galera! Continuando com a tensão de ontem... Esse capítulo é mais curtinho, mas não dá pra ser diferente... Então leiam e aguardem o próximo...

Interlúdio - by Ju
Título: Interlúdio
Autora(o): Juliana e Lilica
Shipper: Bella e Edward
Gênero: universo alternativo, personagens humanos (nada de vampiro), romance, drama.
Censura: NC-17

Interlúdio

By Juliana Dantas

Capítulo 23

Seu primeiro impulso foi correr. Fugir.

Como sempre fizera.

Era um pesadelo. Laurent e Victória sorrindo e se aproximando como tigres em volta da presa.

E Bella simplesmente não conseguia se mexer.

Apenas um pensamento em sua mente.

Fora pega.

Anos fugindo. E tudo acabaria assim.

Mas outro pensamento mais aterrador do que sua própria morte eminente se interpôs.

Angie.

Sua filha estava ali.

E teria que ser protegida de qualquer maneira daqueles dois lunáticos.

De repente sua própria segurança não tinha a menor importância em relação à Angie.

Suas mãos tremeram de terror.

-O que foi Bella? Está pálida. Parece que viu um fantasma... – Victória sorriu diabolicamente.

-Não nos convida para entrar? - Laurent indagou.

-Não. – consegui dizer secamente.

-Nossa, assim que trata velhos amigos? - Victória indagou.

-Não somos amigos. - murmurei entre dentes.

Deus, como se livraria deles?

Era impossível. Estava encurralada.

Talvez eles fizessem logo o que queriam fazer com ela e fossem embora.

Mas será que sabiam de Angie?

-Deixa-a, Victória. Deve estar preocupada com o namoradinho... Contou a ele de nossa “amizade”? - Laurent tocou seu cabelo e Bella se afastou com um safanão.

-Deixem o Edward fora disto!

Eles riram.

-Ow, que romântico! - Victória ironizou – Mas nós sabemos que ele não está aqui. Está sozinha. Nós o vimos sair.

-Então vamos entrar Bella. – Laurent segurou seu braço com força, praticamente a empurrando pra dentro.

-Uau! – Victória olhou em volta - Bela casa! Este Edward tem dinheiro...
-Já falei pra deixar o Edward...

-Fora disto! E blá blá blá. Você continua a mesma chata e provinciana não é? Aposto que está com este babaca rico por amor e não por dinheiro.

-Isto não é da sua conta.

-Realmente não é.

Bella respirou fundo.

Tinha que saber se eles sabiam sobre Angie.

-Como me descobriram?

Laurent riu.

-Devo dizer que você soube bem se esconder neste último ano... Mas o destino está a nosso favor. E a Vic encontrou seu pai estes dias e ele comentou bem inocentemente que você estaria vivendo com um médico em Chicago.

-É mentira. Não tem como meu pai saber disto.

Eles riram.

-Mas ele sabe. Se fosse mentira não estaríamos aqui.

A mente de Bella trabalhava a mil por hora. Como seu pai poderia saber de Edward?

Desde que fugira mantivera praticamente nenhum contato. Sempre que telefonava seu pai pedia aflito para que se entregasse.

Ele não entendia que não podia fazer isto. Porque Laurent e Victória queriam matá-la.

-Então me acharam através do Edward? Há quanto tempo?

-Ontem. Acha mesmo que ficaríamos fazendo hora por aí sabendo onde poderíamos encontrá-la finalmente? - Laurent a cercou novamente – Não foi difícil pra Victória conseguir convencer seu pai a falar. Ele ainda acha que são boas amigas. Aparentemente seu namoradinho entrou em contato com seu pai no ano passado. Algumas vezes. Disse a ele que você estava em segurança e iria se mudar para a Europa. E que estaria contratando um advogado pra ajudá-la.

-Depois disto seu pai não teve mais nenhum contato. Estava tão preocupado, coitadinho... - Victória completou. - Claro que seu pai tinha o nome dele. E estava todo orgulhoso de você estar namorando um médico Era só investigar um pouco na internet. E qual não foi nossa surpresa ao descobrir que ele estava de volta a Chicago há mais de um ano! Nós pegamos a estrada e paramos em frente a sua casa. E o seguimos até aqui ontem à noite.

-Porque não entraram ontem? - Bella indagou.

-Porque queríamos você sozinha. - Laurent disse.

Sozinha. Eles não sabiam de Angie.

Bella quase suspirou de alívio.

-Mas agora... Eu tive a noite inteira para pensar. E tive uma idéia melhor! Nós vamos esperar seu namoradinho rico voltar. E vamos matá-lo na sua frente. E então você morre. E todos acharão que você o matou, como matou James...

-Eu não matei James!

-Claro que sim. Dirigiu bêbada! A culpa é toda sua.

-Porque estão fazendo isto? Por quê?

-Porque queremos que pague pelo o que fez!

-Eu não fiz! E vocês sabem disto. Vocês querem encobrir não é? Um de vocês estava dirigindo naquela noite. E deu errado. E então me colocaram lá e a culpa recaiu sobre mim!

-É uma história muito bonita. - Victória murmurou – Por isto temos que matá-la Bella. Não queremos mais que fique repetindo isto por aí.

Antes que pudesse abrir a boca o telefone tocou.

Laurent e Victória se entreolharam tensos.

-Não atenda! – Victória sibilou.

-Eu preciso atender... Pode ser pior, alguém está vindo pra cá...

-Quem?

-Alice.

-Quem é Alice?

-Uma advogada. – menti.

Laurent tirou uma arma da cintura e apontou pra mim.

-Atenda e livre-se dela.

Bella pegou o telefone com as mãos trêmulas.

-Bella, meu pneu furou e vou atrasar...

-Alice, não venha para cá.

-O que? Do que está falando? Eu estou perto já, só preciso esperar o mecânico...

-É que eu vou sair...

-Sair pra onde? Bella, você não está pensando em fugir de novo não é?

-Claro que não!

-Então me espere. Eu levo você onde quer que precise ir...

-Não, é urgente, eu já estou saindo.

-Bella, o que está acontecendo?

-Nada. Apenas tenho assuntos pra resolver e tenho que sair agora.

-Tô achando esta história muito estranha... Me espere aí!

-Alice, não! Você encontrará a casa vazia!

-Meu Deus, está mesmo fugindo...

-Não! Eu não vou fazer isto, prometo. Apenas... Porque não volta amanhã?

Alice pareceu que ia insistir, mas então soltou um suspiro resignado.

-Tudo bem. Como queira. Até amanhã então; Bella desligou aliviada.

-Muito bem – Laurent riu – Agora que tal vermos o que tem na sua cozinha para comermos?

Bella engoliu em seco.

-Porque não terminam logo o que vieram fazer e desaparecem? – murmurou.

-E perder a diversão? - Victória falou maldosamente – E não esqueça que estamos esperando seu namoradinho.

Bella engoliu em seco, novamente.

Rezando para que houvesse uma saída.

***

Edward estava saindo de uma cirurgia quando recebeu a ligação de Alice.

-Edward, tem alguma coisa errada com a Bella.

-O que? - indagou preocupado.

-Eu liguei pra ela e avisei que iria visitá-la. Pra levar umas coisinhas que eu comprei e estava tudo bem. Então meu pneu furou e eu liguei novamente para avisar que ia atrasar e ela estava super tensa e pediu que eu não fosse mais, porque iria sair...

Um alarme soou na cabeça de Edward.

-O que mais ela disse?

-Eu pedi pra ela esperar, mas ela insistiu que já tinha que ir. Edward... Estou com medo que ela fuja de novo. E leve Angie.

Edward passou a mão pelos cabelos, nervoso.

-Estou indo pra lá.

-Eu iria também, mas estou presa aqui esperando o mecânico.

-Tudo bem, não se preocupe. Obrigada por ligar.

-Espero que consiga conversar com ela a tempo.

-Eu também.

Edward desligou e correu para pegar a chave do carro.

Será mesmo que Bella não manteria a palavra e fugiria dele de novo?

Sem perder tempo, ele entrou no carro e rumou para a casa de praia.

Continua...

Me desculpem amores, mas é assim mesmo que o capítulo acaba... Mas não se preocupem por que amanhã estarei aqui no mesmo horário de sempre. Aguardo os comentários de hoje e vejo vocês amanhã de novo. Beijos

4 comments :

  1. Ahh flor me deixou curiosissima!!! nao perco o cap de amanha!!!!! beijusculo

    ReplyDelete
  2. E agora? o que será que lhes vai acontecer?
    ansiosa pelo capitulo de amanha!
    bjs

    ReplyDelete
  3. Muito tenso!
    Desse jeito o meu coração não aguenta!!!
    Espero que no cap. de amanhã tudo acabe bem.
    Bjs...

    ReplyDelete
  4. Setimentos a flor da pele!!
    OMG OMG OMG OMG OMG OMG OMG
    OMG OMG OMG OMG OMG OMG OMG!!!!!!

    ReplyDelete