CASTELO DE AREIA - CAPITULO 02.

Oi meninas!
Espero que amem este médico sedutor e sua princesa.
Muitas pistas no capítulo de hoje.
Essa primeira fase terá no máximo 10 capítulos.
O restante da família Cullen (Carlisle, Esme, Alice) e Jasper aparecerão mais na segunda fase.
Obrigado a todas que comentaram e recomendaram. Obrigado por aceitaram mais uma historia da minha mente maluca.

Castelo De Areia

CASTELO DE AREIA 
JU BAUER (JU BEIJA FLOR)

Classificação: +18
Categorias: Saga Crepúsculo 
Personagens: Bella Swan, Edward Cullen
Gêneros: Drama, Hentai, Romance
Avisos: Heterossexualidade, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Primeira fase
Capítulo 2
Destino?
O jovem ruivo ainda sorria quando a menina de olhos e cabelos cor chocolates fechou a porta do dormitório. Mal tinha posto os pés no país e já tinha certeza de que não se arrependeria. Estava sentindo-se revigorado e o encontro com aquela doce garota reforçou seus pensamentos.
Ele não buscava romance ou compromisso serio. Mas certamente poderia se divertir e muito.
Antes de virar-se para ir embora viu três garotas o olhando e rindo maliciosamente. Ele sorriu de volta. A diversão começaria antes do previsto.
***
Edward foi em direção à cozinha do apartamento encontrando seu amigo de infância fazendo panquecas.
– Velhos hábitos nunca morrem, não é?
Perguntou surpreendendo seu amigo Emmett. Eles ainda não haviam se visto.
– Edward!
O amigo de quase 2 metros abraçou Edward com uma força exagerada.
– Porra Emmett! Quer me quebrar ao meio?
Edward disse passando a mão nas costelas.
O amigo gargalhou.
– Deixa de ser fracote Edward. E aí? Já arrasando corações hein garanhão?
Emmett se referia à menina que Edward havia levado para seu quarto a noite.
– Eu nem precisei saber que você havia chegado. Me toquei na hora que a garota começou a gemer parecendo que estava sendo fofida pelo king Kong.
Edward riu da piada do amigo.
– Desculpe cara, mas não deu pra desperdiçar. As garotas aqui são mais diretas que as inglesas.
– A sua irmã está uma fera com você.
Nesse momento Rose chegara à cozinha com cara de pouco amigos.
– Dá pra mandar a piranha que você trouxe na noite passada, se mandar do meu apartamento?
Edward sorriu com seu charme que sabia que desarmava sua irmã.
– Desculpe Rose, mas você sabe...
Disse sugestivamente levantando as sobrancelhas.
– Sei sim. Você não mudou não é Edward? Achei que já tinha passado essa fase de enfiar seu pau em qualquer buraco disponível.
– É a lei da oferta e da procura maninha.
A irmã revirou os olhos.
– Ainda bem que a Bella não estava aqui.
– Por quê? Ela é tão santinha assim.
Rose fez uma careta par ele.
– Não. Ela é só uma moça descente e não iria gostar que o local onde ela mora estivesse se transformando em motel. Por favor, Edward pega leve.
– Pode deixar. Esse foi apenas o comitê de boas vindas. Tenho muito que estudar. Estou no quarto ano e logo vou começar a residência no hospital. É claro que não vou virar celibatário. Mas vou tentar segurar a onda.
Eles riram e Edward tratou de se “livrar” da garota que havia passado a noite com ele. Não que ele gostasse destes termos. Apesar de ser um conquistador nato, era famoso por sempre tratar bem as mulheres que saiam com ele.
Estava voltando para a cozinha quando reconheceu a voz que ali se encontrava. Seu irmão Jacob.
Eles se olharam por algum tempo. Edward não sentia ódio pelo irmão só não o entendia. Já Jacob convivia com sentimentos de inveja e bem no fundo de admiração, mesmo que não admitisse.
– Jake.
– Edward.
Edward foi em direção ao irmão e o abraçou. Um abraço entre irmãos que deveria ser de amor foi mais como um ato coreografado.
– Como está Jake?
– Bem e você?
– Estou bem. Cheguei ontem e não te vi.
– É eu estava em um grupo de estudo. As coisas aqui são puxadas.
– Imagino.
– Falei com nosso pai na semana passada ele disse que ia até a Inglaterra falar com você.
O assunto que mais distanciava os irmãos estava em pauta.
– É ele foi. Pura perda de tempo. Não conheci sua namorada ainda.
Edward rapidamente mudou de assunto. O fato não passou despercebido por Jacob.
– Bella foi ajudar uma amiga. Ela é muito prestativa em ajudar os outros, mas hoje você deve conhecer ela.
– Que bom.
– Rose? A Lauren disse que haverá uma festa hoje em uma fraternidade. To a fim de ir. Você e o Emmett podiam ir também.
– Quem é Lauren?
Jacob perguntou.
– A piranha que Edward comeu ontem.
Rose respondeu ironicamente.
– Não fale assim Rose. Não é por que a garota dormiu comigo que ela é uma vadia.
– Opa! Festa? To dentro.
Emmett disse fazendo Rose revirar os olhos.
– Vamos sim - Rose disse. Você e Bella vão também Jake?
– Eu não posso. Tenho um encontro com os professores para liderar uma pesquisa.
– Nossa Jake! Uma hora você vai surtar de tanto estudar. Fora isso que a coitada da Bella não sai nunca só fica aqui sozinha no apartamento te esperando. Vou convidá-la pra ir.
Rose falou.
– Por mim não tem problema, mas duvido que ela queira.
Jacob disse concentrado em seu café da manhã.
Edward pensou que tipo de garota seria Bella. Talvez uma nerd como seu irmão. Feia, provavelmente feia. Não que Jacob não pudesse arranjar uma garota bonita. Edward tinha que confessar que o irmão era até bonito, mas com certeza a menina teria que ser daquelas que amavam ficar enfurnadas em casa apenas esperando o namorado.
***
Bella suava e mexia a cabeça de um lado pro outro. Outro sonho ou pesadelo? Ela sonhava frequentemente com isso e nunca sabia se definia como um pesadelo ou um sonho. Em seu sonho imagens de seus pais rindo e felizes a seu lado. Imagens tão distantes.
– Querida nós te amamos tanto.
Sua mãe dizia.
– Tudo o que fizemos foi para sua proteção minha menina.
Seu pai a abraçou e beijou seus cabelos
– Papai, mamãe eu não entendo.
– Não precisa entender meu amor só saiba que a amamos muito. E isto aqui e para que jamais se esqueça de nós.
Sua mãe colocou o colar em seu pescoço.
– Bella? Bella?
Alguém lhe chamava. Isabella abriu os olhos e deu de cara com sua amiga Jessica com a expressão preocupada.
– Oi... o que foi Jessica?
– Você estava se debatendo e falando umas coisas sem nexo. Desculpe te acordar, mas achei que era melhor.
Bella se sentou na cama esfregando os olhos.
– Tudo bem foi... só um sonho. É melhor eu ir tomar um banho tenho aula daqui a pouco.
– Não se esquece da festa que te falei hoje.
– Ah não Jessica eu não vou a esse tipo de festa.
– Por que não? Deixa de ser preconceituosa Bella. Você vai ver, é legal
Isabella revirou os olhos. Ela não era desse tipo de garota que iria gostar de festas de fraternidades em universidades. Preferia muito mais ficar em casa ler um bom livro, ver um filme e esperar seu namorado. E claro, namorar um pouco. Sorriu com seus pensamentos.
Enquanto estava no banheiro do dormitório de Jessica olhou para o colar que os pais havia lhe dado. Era uma corrente em ouro e pingente em forma de coração. Dentro havia uma foto do pai de da mãe. Era única lembrança que Bella tinha dos pais. Suspirou. Não adiantava pensar nisso.
Logo ela deixava o dormitório onde Jessica ficava e ia pra primeira aula do dia. Após a aula ela foi almoçar no apartamento encontrando Emmett e Rosálie e seu namorado. Depois de beijá-lo matando as saudades, já que estavam se vendo pouco devido aos estudos do namorado, perguntou pelo mais novo hospede que ela ainda não havia conhecido.
– Onde está seu irmão Rose? Não era pra ele chegar hoje?
Bella perguntou olhando para sua amiga.
– Na verdade ele veio ontem, mas teve que sair. Tinha que verificar suas aulas e ir ao hospital onde vai fazer residência.
– Ah, legal.
– Então Bella? Vamos a uma festa hoje à noite?
Sua cunhada perguntou sorrindo.
– Por que todo mundo quer me encher pra ir numa festa hoje?- ela olhou para o namorado - Vamos?
– Não posso amor, tenho aquela reunião com os professores que te falei.
Ela se lembrava de quando ele havia comentado sobre isso.
– Ah é verdade.
Bella disse desanimada por mais que dissesse que não queria ir ela gostaria de sair um pouco com ele. Jacob percebeu isso.
– Eu não posso ir, mas não me importo se quiser ir junto com a Rose.
Ela sorriu carinhosa para seu namorado. Ele estava tentando fazê-la se divertir.
Então ficou decidido que Bella iria à festa acompanhada de sua cunhada e o namorado dela. Jacob tinha que sair para mais uma aula, mas antes ele chamou a namorada para o quarto para conversarem em particular.
– Bella você sabe que meu irmão está morando aqui, e você ainda não o conhece, mas quero que tenha cuidado com Edward.
– Cuidado?
– Sim. Edward é... como vou dizer... envolvente.
– Jake está querendo dizer que seu irmão vai dar em cima de mim?
Ela perguntou incrédula.
– Edward dá em cima de qualquer uma Bella, e você é linda. Sabe que e ele e eu não nos damos muito bem...
– Jake não tem por que se preocupar, seu irmão não fará isso... com certeza não faço o tipo dele.
– Bella não é que não confie em você só tome cuidado, ok?
Ela se inclinou e beijou seu namorado.
– Não fique com ciúmes. Eu amo você seu bobo.
De repente a imagem do rapaz lindo de ontem apareceu em sua mente. Bella espantou rapidamente este pensamento. Que hora para pensar nisso?
/***/
A festa na fraternidade Summer era uma das mais concorridas em Harvard. Havia muitas pessoas populares, boa musica boa bebida, mas Isabella se sentia um peixe fora da água.
Sua cunhada e Emmett a acompanhavam. Não deixavam Bella sozinha nunca, mas mesmo assim ela sentia-se deslocada.
– Edward me mandou uma mensagem dizendo que está chegando.
Rose comentou.
– Ele vai se dar bem hoje.
Emmett disse maliciosamente.
Isabella entendeu. Todos já haviam deixado claro que seu cunhado era do tipo conquistador. Com certeza não era seu tipo. Detestava este tipo de garoto que achava que garotas era somente um pedaço de carne.
– Bella! Não acredito que está aqui!
Jessica gritou a lado da amiga.
– Nossa Jessica se ninguém sabia que eu estava aqui agora todos sabem.
Isabella disse brincando.
– Vem! Quero te apresentar uns amigos.
Bella não teve como dizer já que foi arrastada pela amiga.
Logo estava sendo apresentada a varias pessoas. Era incrível como Jessica conhecia gente. Parecia que nunca acabava de apresentá-la a alguém.
– Bella essa é minha amiga Leah. Leah essa é Bella.
Isabella apertou a mão da menina morena. Ela tinha uma beleza diferente e parecia que havia uma tristeza em seus olhos.
– Como vai Bella?
– Tudo bem e com você?
As três engataram um assunto e logo Isabella sentia-se gostando muito da menina morena a que fora apresentada.
Edward chegou à festa um pouco desanimado, tinha andando de um lado para o outro organizando tudo pra logo começar seus estudos. E passara muito tempo conhecendo o hospital em que iria passar bastante tempo de sua vida.
Ao longo do dia também recebera uma ligação de seu amigo Jasper. Sentia falta de seu amigo da Inglaterra.
– E aí cara? Aproveitando muito as gatinhas de Harvard?
Tinha que ser o Jasper, Edward pensou.
– Não tenho o que reclamar.
Disse rindo.
– Este é meu ídolo! E só pra você saber, estou consolando todas as viúvas de Edward Cullen.
– Viúvas?
Edward disse quase não contendo a gargalhada.
– Sim elas estão se auto-intitulando assim, mas pode deixar comigo.
Os amigos riram.
– Edward não vai esquecer nossos planos quando terminarmos a faculdade, não é?
– Com certeza Jasper. Seremos parceiros nesta aventura.
Ouviu o amigo inglês rir.
– Nesta e em outras.
Edward entrou na fraternidade e quase foi engolido pela intensidade de olhos maliciosos das garotas que ali se encontravam. A animação cresceu rapidamente. Buscou rostos conhecidos e logo avisou a irmã e Emmett.
Foi ao encontro deles.
– Festa boa.
Disse ao chegar.
–Ah aí esta você! A Bella acabou de sair daqui. Eu quero apresentá-los.
– Está parecendo que esta garota é imaginação da mente de vocês.
Rose mostrou a língua pra ele.
– Vou pegar algo pra beber. Já volto.
– Sei...
Rose disse já sabendo que irmão iria atrás de alguma garota. Ela desejava que Edward arrumasse uma garota legal. Que se apaixonasse, mas parecia que isso não era para seu irmão gêmeo. Ao menos Rose sentia-se feliz por Jacob, apesar de não serem próximos, pelo menos ele tinha escolhido como namorada alguém tão sensacional como Bella.
O jovem ruivo foi caminhando entre as pessoas ali presentes e era parado por varias garotas que praticamente se atiravam nele. Ele estava se divertindo vendo as táticas que elas dedicavam a conquistá-lo, mas ainda não tinha decidido com qual iria se divertir pela noite. Foi até onde estavam distribuindo bebidas e pegou uma cerveja. Estava voltando para junto de sua irmã quando a viu.
Ele não tinha parado pra pensar na menina de olhos cor chocolate durante o dia, mas sentiu-se extremamente feliz ao vê-la novamente. Não podia negar que ficara muito interessado nela. Ela era diferente, principalmente por não querer chamar a atenção, tanto em ações como com o vestuário. Enquanto as garotas estavam produzidas usando mini vestidos e saltos esta garota, não. Ela estava até simples, mas não menos linda na opinião de Edward.
Ela conversava com algumas meninas e Edward a observava de onde estava. Ela dissera que tinha namorado, mas Edward não podia se importar menos com isso. Algo raro a ele, já que nunca se envolvia com moças comprometidas.
Ele procurou por algum rapaz próximo a ela em sinal de ser seu namorado, mas não encontrou ninguém. A garota se despediu das amigas e começou a se afastar. Edward aproveitou o momento para se aproximar da menina.
– Oi.
Disse sorrindo ao parar em sua frente interrompendo sua caminhada.
– Oi.
Ela disse e Edward percebeu que ela o reconheceu.
Isabella o havia reconhecido, sim. E seu primeiro pensamento foi. Que homem lindo é esse?!
– Parece que o destino está brincando com a gente não é princesa?
Não pode deixar de sorrir para o lindo homem que a encarava.
– Talvez.
Comentou e começou a andar por entre as pessoas.
Ouviu rapaz falar seguindo-a.
– Está sozinha? Está com seu namorado?
– Não. Ele não pôde vir.
– Não acredito! Como ele deixa uma garota linda assim solta em uma festa?
Ah! Essa era velha pensou Isabella.
Bella não respondeu e continuou andando a procura de sua cunhada. E ele a seguindo.
– Vai ficar atrás de mim a noite toda?
Ela perguntou.
Ela não viu, mas um sorriso malicioso cobriu o rosto do jovem.
– Vou. Até você parar e me dar atenção.
Ela parou e se voltou para ele não medindo muito sua parada o jovem ficou próximo a ela. Muito próximo na verdade, pensou Bella.
– O que você quer?
A garota perguntou tentando soar brava.
– Quero conhecer você princesa.
– Olha vamos ser diretos ok? Eu não sou este tipo.
– Tipo? Que tipo?
– Este tipo de garota que caí aos seus pés só por que dá este sorriso torto lindo.
– Ah, então acha meu sorriso bonito?
Isabella quase se chutou por ter dito aquilo.
– Isso não vem ao caso. Eu já te falei eu tenho namorado.
– Eu sei princesa.
– Para de me chamar assim. Olha tem um monte de garotas aí que estão quase se atirando em cima de você. É só escolher.
– Já escolhi.
Ele disse sorrindo sacana.
Bella balançou a cabeça. Ele era insistente, mas sem ser chato na verdade era charmoso.
Teve que sorrir. Edward se encantou pelo sorriso dela.
– Você devia sorrir mais... é linda sorrindo.
Isabella ficou levemente constrangida pelo elogio. Fazia tempo que não recebia um. E vindo de um rapaz tão belo quanto aquele a fez sentir um prazer desconhecido.
– Olha só, encontrei vocês.
Rose exclamou bem ao lado deles.
Bella olhou sem entender assim como Edward.
– Então já conheceu a Bella, Edward?
Rosálie disse.
Os dois jovens se olharam não acreditando na coincidência do destino.
Continua...


Ai, ai, ai e agora?
Descobriram que são cunhados. O que vai rolar? Agora pelo spoiler Bella terá que ter muita firmeza pra resistir a esse Edward... ele é tão maravilhoso. Leiam e descubram.
A música que escolhi pra eles na primeira fase, cai como uma luva no spoiler.
Michael Bublé- Everything
------------------
Spoiler
- Levanta aí.
Edward disse a Bella que o olhou surpresa.
- O que?! ele disse com seu tom brincalhão. Chega de chorar magoas. Vamos sair. 
Ele avisou.
- Pra onde vamos?
Ela perguntou levantando.
- Vamos dar uma volta. Comer algo, eu estou com fome.
Saiu e olhou para trás quando Bella não se mexeu.
- Vamos princesa!
Bella gostou que ele voltasse a chamá-la de princesa. Sorriu o alcançando.
- Não vai me levar para lugares impróprios?
Ele riu.
- Não fala isso. Minha mente já está formando imagens perversas.
Disse brincando. Bella sorriu e corou um pouco.
- Viu. Olha só? Você corou e sorriu, já ganhei o dia.
Disse enquanto abria a porta do jipe para ela. Isabella gostava do jeito livre e despojado dele. Era um espírito livre, pensou.

No comments :

Post a Comment